O Espírito de Assis faz morada no Convento São Francisco em São Paulo

O Ato Inter-religioso realizado neste 27 de outubro de 2011, no centenário Convento São Francisco, em São Paulo, mostrou com todas as letras que o encontro realizado em Assis, há 25 anos, deixou uma cultura de paz para a humanidade. Ver o presbitério da igreja do Convento tomado por treze lideranças das mais diferentes crenças, religiões e fé foi emocionante. Ao som do trompete do músico José Eduardo Pimentel, o Duda, teve início a procissão das lideranças presentes neste ato.  Com a saudação franciscana de “Paz e Bem”, o guardião do Convento, Frei Salésio Hillesheim, que representou o Ministro Provincial Frei Fidêncio Vanboemmel, acolheu a todos, lembrando que o momento era muito mais do que histórico. “É um momento humano. A paz e a justiça não são questões meramente religiosas, mas são da nossa sobrevivência neste nosso mundo e nosso planeta”, disse Frei Salésio. Enquanto em Assis, o Papa Bento XVI renovava o compromisso pela paz, reunindo líderes mundiais, o Definidor da Província da Imaculada Conceição, Frei Mário Tagliari, dava início à celebração no Convento São Francisco, apresentando cada representante das religiões presentes no altar: Márcio Henrique de Souza Ramos, representante Curimba Filhos de Umbanda, uma associação dentro da Umbanda; Afonso Moreira Junior, representando a Federação Espírita do Estado de São Paulo; Reverendo Kazuya Nagashima, budista Risho Kossei-Kai do Brasil; Gustavo Pinto, budista da Terra Pura; Monja Coen Sensei é missionária oficial da tradição Soto Shu – Zen Budismo; Shaikh Ahmad Mazloum, da Liga da Juventude Islâmica no Brasil; Sheikh Mohamad Al Bukai, da Liga da Juventude Islâmica do Brasil; Rabino Ruben Sternschein, Congregação Israelita Paulista; Pastor Matthias Tolsdorf, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil; Reverendo Herbert Rodrigues de Souza, pastor da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil; João Kaimbé, representante do povo Kaimbé de São Paulo; Reverendo Leandro Antunes Campos, da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil; e Dom Edmar Peron, bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo e vigário episcopal da Região de Belém. Em seguida, tiveram início os pronunciamentos, sempre intercalados com as belíssimas apresentações musicais das crianças que formam o Grupo Flautista da Liberdade, do Centro Comunitário de Acolhimento da Liberdade, dirigido pela Irmã Miriam Simon, franciscana de Ingolstadt.

~ by Ufficio di GPIC OFM Cap. on 2.12.2011.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: